Please reload

Posts Recentes

Is 53,10-11

Sl 32

Hb 4,14-16

Mc 10,35-45

Comecemos observando o Evangelho.

Notemos como os dois irmãos, Tiago e João, se dirigem a Jesus: “Queremos que faç...

Homilia para o XXIX Domingo Comum - Ano B

October 23, 2018

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Rito para a Coroa do Advento em família

December 28, 2008

Caro Internauta, ofereço-lhe este rito para a Coroa do Advento. Que você e sua família possam ter um santo tempo de preparação para o Natal, como é de se esperar de uma família cristã.

 

A coroa do Advento faz parte da antiga tradição católica. Todavia não se conhecem as suas verdadeiras origens. Sabe-se que as populações germânicas pré-cristãs usavam guirlandas com velas acesas durante os frios e escuros dias de dezembro, inverno duro no hemisfério norte, como sinal de esperança da volta dos dias quentes e claros da primavera. Na Escandinávia, durante o inverno, colocavam-se, durante o inverno, velas acesas ao redor de uma roda e se ofertavam orações ao deus da luz para girar a roda da terra para o lado do sol com o objetivo de prolongar os dias e fazer voltar o calor.

Na Idade Média, os cristãos adaptaram essa tradição e usavam as guirlandas de Advento como parte da preparação espiritual para o Natal. Afinal, Cristo é a luz do mundo que afugenta as trevas do pecado e faz resplandecer a luz da verdade e do amor. No século XVI, tanto entre católicos como entre protestantes havia muitos ritos em torno da coroa de Advento.

Seu simbolismo é muito belo. A coroa é feita de ramos verdes de plantas que no inverno europeu não perdem as folhas, significando a continuidade da vida e a esperança. A forma circular da coroa simboliza a eternidade de Deus, que não possui início nem fim, a imortalidade do cristão e a vida eterna em Cristo. Também os pinhões e as nozes usadas para decorar a coroa representam a vida e a ressurreição.

As quatro velas representam as quatro semanas do Advento. Há uma tradição muito bela, segundo a qual cada semana representa mil anos; as velas representam, portanto, os quatro mil anos que vão de Adão e Eva até o nascimento de Jesus, nosso Salvador. A cor roxa desse tempo significa a vigilância na busca da conversão. Podem-se usar as velas de cor natural ou, então, três roxas e uma rosa, que deve ser acesa no terceiro domingo, o Domingo da Alegria pela alegria de chegar à metade do Advento, fazendo-se próximo o Santo Natal. A progressiva iluminação da coroa significa a espera e a esperança que marcaram a primeira vinda do Cristo e a nossa esperança e desejo da sua segunda vinda para salvar, julgando os vivos e os mortos.

No primeiro domingo do Advento acende-se a primeira vela e se recita juntos a oração. A cada domingo seguinte acender-se-á uma vela a mais. Pode-se também colocar uma vela maior ao centro da coroa, simbolizando o Cristo. Esta vela é acesa na noite do vinte e quatro de dezembro.

Rito para a celebração em família

A Coroa pode ser colocada na sala de visitas ou na sala de jantar. Antes do jantar do domingo, a família reúne-se me torno dela.

Primeiro Domingo

O pai: Pai santo, hoje começa o tempo de preparação para a festa do nascimento do Vosso Filho. Suplicamo-vos que abençoeis esta Coroa e concedais graças abundantes a todos nós que, com alegria e esperança, vigiamos nos preparando para o Santo Natal. Que este ano seja para nós uma nova oportunidade para buscar a coroa que nos aguarda no céu. Por Cristo, nosso Senhor. Amém

O pai de família acende a primeira vela.

A Mãe: Senhor, despertai em nós o desejo de nos preparar para a vinda do Cristo através da prática das boas obras, para que, colocados um dia à sua direita, mereçamos possuir o Reino dos Céus. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Os filhos: Senhor Pai Santo, com a luz do vosso Filho que veio em nossa carne mortal, abençoai a nossa família, dai-nos todo bem e toda graça e conservai-nos sempre na vossa paz, para que nosso lar seja sinal e fermento do Reino dos Céus. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Segundo Domingo do Advento

Todos: Pai-nosso...

 

Segundo Domingo

 

O Pai: Preparemos o caminho do Senhor! Pai santo, fazei que não sejamos frios e indiferentes em relação aos nossos irmãos e amigos. Fazei-nos encontrar tempo para escutar os nossos filhos. Fazei que os filhos obedeçam e acolham seus pais. Tornai-nos generosos para com os pobres. Senhor Deus, dai-nos um coração disponível e capaz de vos servir nos nossos irmãos. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Os filhos: Que o Senhor nos ajude a crescer no nosso amor por todos os irmãos para que nos encontremos unidos quando vier o Dia da vinda do Nosso Salvador Jesus Cristo!

Um filho acende a segunda vela.

A Mãe: Senhor nosso Deus, que a nossa bondade seja um testemunho do vosso amor por todos, vós que nos amastes até nos enviar o vosso bendito Filho. Ele que vive e reina para sempre. Amém.

Todos: Pai-nosso.

 

Terceiro Domingo

 

O Pai: Senhor, fazei resplandecer a esperança de um futuro de paz para nós e para toda a humanidade. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Os filhos: Pai santo, agora que se aproxima o Natal do Cristo Jesus, fazei-nos viver de maneira digna da vocação cristã, com toda humildade, mansidão e paciência, suportando-nos uns aos outros com amor, procurando conservar a unidade no vínculo da paz. Fazei-nos mansos, castos, puros e conservai-nos piedosos para o Dia da Vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo. Pelo mesmo Cristo nosso Senhor. Amém.

A Mãe: Senhor nosso Deus, guardai esta família que espera com fé a celebração do Natal do vosso Filho bendito e concedei-nos festejar o grande mistério da nossa salvação com um coração novo e imensa alegria espiritual. Por Cristo nosso Senhor. Amém.

A mãe acende a terceira vela.

Todos: Pai-nosso.

 

Quarto Domingo

 

O Pai: Vós, Senhor nosso Deus, falastes ao coração da Virgem Maria e ao humilde José. Não vos dirigistes aos grandes do mundo. Não houve meios de comunicação para divulgar a notícia da vinda do vosso Filho ao mundo.

Os filhos: Senhor nosso Deus e Deus de nossos pais, fazei-nos compreender e admirar o “sim” da Virgem Maria e, como ela, saibamos aceitar a vossa vontade. Nós vo-lo suplicamos por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Um filho acende a quarta vela.

A Mãe: Senhor, infundi a vossa graça em nosso coração, para que conhecendo a Encarnação do vosso Filho pelo anúncio do Anjo, cheguemos, por sua paixão e cruz, à glória da Ressurreição. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Todos: Pai-nosso.

 

Noite de Natal

 

O Pai: Hoje todo o mundo alegra-se pela vinda do Salvador à terra, na nossa pobre condição humana.

Os filhos: Nós, como família, alegramo-nos e festejamos este extraordinário acontecimento.

Coloca-se o Menino Jesus no presépio e canta-se “Noite feliz”.

A Mãe: Adoremos o Cristo que desceu para nos salvar!

Todos: O Verbo se fez carne e habitou entre nós! Jesus por nós nasceu, vinde todos adoremos!

A Mãe: Jesus, vós que fostes criança como todos nós, concedei-nos nesta Noite Santíssima um coração de criança para que possamos ser sempre felizes, confiantes e cheios de ternura e afeto para com todos. Ó vós, que sois Deus com o Pai e o Espírito Santo pelos séculos dos séculos. Amém.

Todos: Pai –nosso e Ave-Maria.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags