Pedro, força e fraqueza da Igreja

Depois de São João do carneirinho, o São Pedro, Chaveiro do céu, no dia 29 passado. Ao menos, nas festas do povo, no imaginário popular, é assim. Na liturgia da Igreja, são celebrados juntos, com solenidade, São Pedro e São Paulo, ambos martirizados em Roma, sob o Imperador Nero. Os cristãos, desde os tempos do Novo Testamento, reconheceram em Pedro a Pedra sobre a qual o Cristo quis edificar a sua Igreja (cf. Mt 16,18), aquele que tem a missão de confirmar os irmãos (cf. Lc 22, 32). Historicamente, é indiscutível que Pedro foi martirizado em Roma, pelo ano 67. Por isso mesmo, desde a Antiguidade, a Igreja de Roma, Igreja de Pedro, é considerada a primeira entre todas as dioceses do mundo e cabeça de todas as outras dioceses. Com o Bispo de Roma todos os outros bispos devem estar em comunhão. Esta sempre foi e será a convicção de fé da Igreja de Cristo.