Sobre a visão beatífica em Jesus

O presente estudo nasceu de uma pequena pesquisa sobre dois pontos de interesse da cristologia atual: o problema de visão beatífica em Jesus de Nazaré e o modo de interpretar a descida de Cristo aos infernos. Pensando servir de útil informação teológica, complementando a apostila de cristologia, decidi partilhá-la com meus alunos.

I - Quanto à questão da visão beatífica em Jesus

Dividirei a resposta em duas partes. Numa primeira, farei uma hermenêutica dos textos magisteriais existentes sobre o tema; num segundo momento apresentarei a solução que julgo ser a mais adequada para o problema da visão beatífica em Jesus.

1. Sobre as afirmações magisteriais sobre o tema

Eis as afirmações magisteriais:

a) Uma declaração do Santo Ofício, de 1918: “Pergunta: As seguintes proposições podem ser ensinadas com segurança? 1. Não é certo que na alma de Cristo, enquanto vivia entre os homens, existisse o conhecimento que possuem os bem-aventurados, isto é, aqueles que têm a visão beatífica. 2. Não se pode dizer certa a sentença que retém que a alma de Cristo não tenha ignorado nada, mas que desde o início tenha, no Verbo, conhecido todas as coisas, as passadas, as presentes e as futuras, isto é, todas as coisas que Deus sabe pelo conhecimento de visão. 3. A opinião de alguns mais recentes a respeito do conhecimento limitado da alma de Cristo não deve ter, nas escolas católicas, um acolhimento menor que as opiniões dos antigos a respeito do conhecimento universal. Resposta (confirmada pelo Papa no dia 6 de junho): Não

Posts Em Destaque