Please reload

Posts Recentes

Is 53,10-11

Sl 32

Hb 4,14-16

Mc 10,35-45

Comecemos observando o Evangelho.

Notemos como os dois irmãos, Tiago e João, se dirigem a Jesus: “Queremos que faç...

Homilia para o XXIX Domingo Comum - Ano B

October 23, 2018

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

A Arca, a Mulher e a Virgem Maria

March 24, 2010

Hoje, Assunção de Nossa Senhora, a Igreja nos faz contemplar aquela estupenda visão do Apocalipse: “O Templo de Deus que está no céu se abriu, e apareceu no templo a arca da sua aliança”. Eis aqui uma primeira imagem da Virgem Maria: Arca da Aliança. Não é invenção da Igreja não! O próprio Evangelho de Lucas faz essa leitura da Virgem como nova Arca da Aliança. É só comparar 2Sm 6,1-15 com Lc 1,39-45: (1) a Arca vai para Jerusalém, na região montanhosa de Judá; a Virgem vai à região montanhosa de Judá; (2) Davi diz: “Como virá a Arca do meu Senhor para ficar na minha casa?”; Isabel diz: “Donde me vem que a Mãe do meu Senhor venha à minha casa?”; (3) A Arca fica três meses na casa de Obed-Edom; Maria fica três meses na casa de Isabel. Como a Arca trazia em si as tábuas da Antiga Aliança, a Virgem traz em si Aquele que é a Nova Aliança de Deus com o seu povo. Neste sentido, a Arca é um sinal do amor perene do Senhor pelo seu povo, pela sua Igreja. É isto também que é a Virgem Maria, enquanto Mãe dAquele que é a nossa Aliança.


A Mulher grávida, vestida de sol, pisando a luz e coroada com doze estrelas é, ao mesmo tempo, a Igreja e a Virgem Maria: Maria é personificação e imagem da própria Igreja. A Liturgia hoje contempla nesta Mulher (cf. Gn 3,15; Jo 2,4; 19,26) a própria Virgem Maria: vestida de Cristo, Sol de justiça, nele glorificada; ela entra naquilo que é definitivo: pisa a lua, sinal da inconstância e mutabilidade da vida; coroada com doze estrelas, número do antigo e do novo Israel, que é a Igreja. Mas, sempre grávida, sempre exercendo sua função materna de gerar Cristo em nós pela sua oração maternal, como nova Arca da Aliança de Deus com o seu povo, que é a Igreja. Na luta que atravessa a história, luta entre o Reino de Deus e o reino de Satanás, a Virgem Maria estará sempre presente, como consolo, força e intercessão materna!

Olhemos para o céu, onde está em corpo e alma a Virgem Santíssima: o que ela foi nós somos: peregrinos neste mundo; o que ela é nós seremos: totalmente glorificados na glória de Cristo!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags