O mistério de uma Presença

Estamos para celebrar Corpus Christi. Eis alguns pensamentos para nos preparar para a Solenidade do Corpo do Senhor. A presença do Cristo Jesus no sacramento da Eucaristia foi querida por Ele próprio para permanecer junto do homem e oferecer-Se como seu alimento, seu companheiro, seu sustento e para manter-se no seio da Igreja. No mistério admirável da Presença eucarística, cumpre-se a promessa do Senhor: “Eu estarei convosco todos os dias até o fim dos tempos!” A resposta do homem a tão grande dom é a fé na presença real e substancial do Senhor nas espécies, isto é, nas aparências do pão e do vinho eucarísticos.

De todas as dimensões da Eucaristia, aquela que é central e põe à prova a nossa fé é o mistério da presença real do Senhor nas espécies consagradas. Com toda a Tradição da Igreja, acreditamos que, sob as humildes aparências do pão e do vinho, está realmente presente Jesus. Essa presença chama-se “real”, não por exclusão, como se as outras formas de presença não fossem reais, mas por antonomásia, por excelência, já que por ela Se torna substancialmente presente Cristo completo na realidade do Seu Corpo e do Seu Sangue, isto é, da Sua humanidade