Meditação I - Quinta-feira depois das Cinzas

Reze o Salmo 118/119,1-8 Leia com atenção Gl 1,1-5 1. Primeiramente, recorde que esta Epístola é Palavra de Deus. Nas palavras de São Paulo, escritas por ele de modo tão humano, o Senhor Deus nos instrui sobre o Seu Filho, na luz e na potência, no conhecimento e na profundidade do Santo Espírito. Procure, portanto, ler e reler este trechinho com o coração aberto; um coração que escute. Peça como Salomão: “Dá ao Teu servo um coração que saiba escutar” (1Rs 3,9), que saiba ouvir a santa Palavra do Senhor como realmente ela é: Palavra de Deus. Leia 1Ts 2,13. 2. São Paulo começa recordando aos gálatas que ele é apóstolo, isto é, “enviado”; enviado não por homens, não pelos Doze, não por Pedro, mas pelo próprio Jesus Cristo, o Enviado de Deus Pai! Atenção: Paulo não era dos Doze, Paulo não conhecera Jesus neste mundo e, no entanto, livre e soberanamente, Jesus Cristo o chamou para ser apóstolo. Trata-se de uma escolha inesperada e graciosa do Senhor, por pura liberalidade. Leia At 22,1-22. Aí, o próprio Apóstolo conta a sua vocação surpreendente e absolutamente gratuita por parte do Senhor. Paulo não se considera apóstolo contra os Doze nem desprezando os Doze, mas sabe que o seu chamado foi diretamente feito pelo Senhor.